Inventário de estoque descomplicado: como fazer em 5 passos

Ter controle sobre o estoque é fundamental para qualquer empresa, dessa forma, fazer um inventário com todos os produtos em estoque, bem como quantos produtos de cada tipo existem e qual o valor total do seu estoque é necessário para que você tenha um controle efetivo do seu estoque.

Mas muitos empreendedores não sabem por onde começar quando vão tentar organizar o estoque da empresa. Por esse motivo, separamos 5 passos que você deve seguir para fazer um inventário de estoque realmente eficiente e descomplicado.

Primeiramente, vamos começar esclarecendo o que é um inventário. Você sabe o que é um inventário? Não se assuste com o nome, parece ser uma coisa complicada, mas nada mais é do que a identificação, classificação e contagem dos produtos que estão no estoque da empresa.

Possuir um inventário é importante pois com ele você pode tomar decisões mais acertadas e eficientes a respeito de compra de produtos, evitando assim gastos que não são necessários e evitando também que algum produto fique muito tempo em falta para o seu cliente. O inventário também é importante para detectar produtos encalhados, danificados e vencidos, bem como identificar a importância de cada produto para a empresa.

Se você seguir todos os passos que vamos falar aqui neste artigo, verá como é simples organizar o seu estoque, então vamos ao que importa não é mesmo?

 

PASSO 1

LISTAR TODOS OS TIPOS DE PRODUTOS DO ESTOQUE

Tente separar todos os produtos do estoque por tipo, aproveite este momento também para organizar o seu estoque, colocando os produtos em prateleiras, armários ou caixas. Aproveite para ir fazendo também uma planilha com cada tipo de produto.

 

PASSO 2

CADA PRODUTO DEVE TER UM CÓDIGO

Depois de cria a planilha com todos os produtos listados, chegou a hora de criar um código para cada produto. Esse código servirá para facilitar a identificação dos produtos na hora da compra e venda e evita erros de entrada e saída de produtos.

Existem vários tipos de código que podem ser eficientes para o seu estoque, ele pode ser um código numérico, um código contendo letras e números ou um código só com letras.

A forma de criar o código não faz tanta diferença, o importante é que ele seja um código único para cada produto do estoque. Algumas empresas costumam aproveitar o próprio código de barra da embalagem dos produtos, isso é igualmente eficiente, contudo, dependerá do tipo de produto com o qual a sua empresa trabalha. Lembre-se que o código deve fazer sentido para o seu tipo de produto e estoque.

 

PASSO 3

CRIE CATEGORIAS PARA OS PRODUTOS DO ESTOQUE

Separe os produtos do estoque por categoria de acordo com as características de cada um, por exemplos: gêneros alimentícios, materiais de papelaria, produtos de limpeza, informática, etc. Novamente as categorias devem fazer sentido para o tipo de empresa e produto.

Liste as principais características dos produtos dentro das categorias, características como unidades de medida, tamanho, voltagem, cor ou qualquer outra informação do produto que seja importante para o seu negócio devem estar especificadas no inventário..

Não esqueça de especificar também o valor do produto, tanto preço de custo, como preço de venda, se quiser pode colocar também a porcentagem de lucro em cada produto, mas só se você julgar necessário essa informação.

 

PASSO 4

LEVATAMENTO DE QUANTIDADES

Agora chegou a hora de contar cada tipo de produto e quantos produtos de cada tipo existem em estoque. Para fazer a contagem do estoque é necessário que não estejam ocorrendo entradas e saídas de produtos para não prejudicar o funcionamento do negócio e para que não haja erros na contagem.

Vá anotando na planilha de inventário o total de unidades de cada tipo de produto. Dessa forma, você poderá mensurar o valor total investido em cada produto e o valor total que a sua empresa tem em estoque.

 

PASSO 5

ATUALIZAÇÃO DO CONTROLE DE ESTOQUE

Por fim, chegou a hora de organizar todas as informações que você levantou sobre o seu estoque atualizando o seu sistema de estoque (se ele já existir) ou alimentando a planilha que você criou no passo 1, com todas as informações que você levantou nos demais passos.

Aproveite esse momento para identificar diferenças na contagem de produtos que podem significar perdas ou roubos, além de produtos devolvidos que não foram registrados corretamente.

Seguindo esses 5 passos você vai conseguir um inventário de estoque efetivo para qualquer tipo de negócio. Mas cuidado, inventário não é uma coisa que você faz uma vez só, lembre-se de atualizar seu inventário sempre que for necessário.

Uma dica é fazer inventários parciais (apenas dos produtos mais importantes) uma vez por mês e fazer um inventário total a cada seis meses. Dessa forma, você terá dois inventários de todo o estoque por ano e terá maior controle de todos os produtos e o valor do seu estoque..

 

Anderson do StayApp

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *